Comentário da Semana: Parashat Vaerá

Moyses Sadigursky
VAERÁ = E apareci

E falou o Eterno a Moisés, e disse-lhe:

Eu sou o Eterno. E apareci a Abrahão, a Isaac e a Jacob como Deus Onipotente, mas por meu nome Eterno não me fiz conhecer a eles. E também minha aliança com eles para dar-lhes a terra de Canaan, a terra de suas peregrinações, onde moraram. E também escutei o gemido dos filhos de Israel, aos quais os egípcios fazem servir, e recordei minha aliança. Portanto, diz aos filhos de Israel: Eu sou o Eterno; e vos tirarei de baixo das cargas do Egito e vos salvarei do seu serviço e os redimirei com braço estendido e com juízos grandes. E vos tomarei por meu povo, e serei para vós, Deus; e vos levarei a terra, pela qual levantei minha mão, para dá-la a Abrahão, Isaac e a Jacob, e vo-lo darei por herança.

É importante comentar que Deus apareceu pela primeira vez a Moisés numa chama de fogo, no meio de uma sarça. A sarça ardia no fogo e a sarça não se consumia. E Deus falou a Moisés de dentro da sarça ardente.

O que diriam atualmente os psiquiatras se alguém lhes relatasse que ouviu vozes vindo de uma planta?

Certamente considerariam como um psicótico e classificariam com um nome pomposo de uma doença.

Deus apareceu a Abrahão, Isaac e a Jacob e também ao copeiro, o padeiro do rei do Egito e ainda ao próprio faraó através de sonhos. Posteriormente apareceu varias vezes a Moisés e a vários profetas.
Uma pergunta que se costuma fazer é: porque Deus, no passado, se comunicava com as pessoas e agora não faz mais? Será que ele não se comunica ou a maneira que se comunica não é entendida ou não é atribuída a ele? Espera-se que Deus apareça a nós como uma autoridade, potente, poderosa, vestida de traje com ouro e pedras preciosas e não em espírito através de mensagens que chegam ao nosso cérebro como pensamentos. O próprio Moisés perguntou a Deus: Quando eu vier aos filhos de Israel e lhes disser: O Deus de vossos pais enviou-me a vós, e dirão para mim: Quem é ele ou qual é o seu nome? Que direi a eles? E Deus respondeu: Eheie asher Eheie=serei o que serei, também entendido como: eu sou o que sou, eu sou o Eterno. Deus não precisa de nome ou títulos. Ele é o espírito imortal, sem imagem especifica, ele é o Eterno. Deus sempre entra em contato com nós, induzindo pensamentos ou em ações quando acha necessário ou quando nós pedimos a sua ajuda. Quem é receptivo capta a mensagem e executa mas nem sempre reconhece que teve a ajuda de Deus. Quem não é receptivo recebe a mensagem como um pensamento mas logo esquece, não dá encaminhamento. Alguns pedem ajuda como pediram a José, filho de Jacob e Rachel.

Enfim, quem tem o Eterno como seu pastor nada lhe faltará, o seu cálice transborda de fartura e a felicidade lhe seguirá por toda a sua vida.

A parashá Vaera trata dos primeiros movimentos de libertação do povo de Israel da escravidão no Egito.

E disse o Eterno a Moisés vá com Aarão que será teu interprete e fale ao Faraó que o Eterno demandou que deixasse sair os filhos de Israel para lhe servir como Deus. E eu endurecerei o coração do Faraó e multiplicarei meus sinais e meus milagres na terra do Egito. E não vos escutará o Faraó e porei a minha mão sobre o Egito e tirarei o meu povo. E saberá o Egito que eu sou o Eterno.
E falou o Eterno a Moisés e a Aarão, dizendo: Quando vos falar o Faraó, dizendo: apresentai algum milagre, dirás a Aarão: Toma a tua vara e joga-a diante do Faraó para que se torne serpente. E assim fez Moisés e Aarão e jogou Aarão a sua vara diante do Faraó e diante de seus servos, e transformou-se em serpente. E chamou tambem o Faraó aos sabios e aos feiticeiros e fizeram tambem eles, magos do Egito, com suas magias, a mesma coisa. E jogou cada um deles a sua vara e tornaram-se serpentes e a vara de Aarão tragou a vara deles. Endureceu-se o coração do Faraó e não os escutou como falou o Eterno.

Qual o significado desta ação? O que o Eterno pretendia demonstrar perante ao Faraó que se intitulava Filho de Ra, filho do deus sol? O cajado representava o cetro, o simbolo do poder. O cajado de Aarão representando o poder do Eterno. Foi demonstrado perante a todos que o poder do Eterno é maior do que qualquer outro, mesmo o poder do Faraó.

Após esta demonstração O Eterno pune os Egipcios enviando dez pragas. Porem, antes de cada praga, Moises adverte ao Faraó e ameaça lançar a praga caso não liberte o povo de Israel. Na hora do suplicio o Faraó promete libertar o povo porem ao passar a praga, a promessa cai no esquecimento.

Sete das dez pragas são relatadas nesta Parashá.

Primeira praga: Moisés fere as aguas do Nilo com o seu cajado e toda agua do Nilo e do Egito se transforma em sangue. Não ha como saciar a sede e os peixes morrem causando um odor desagradável.

Segunda praga: rãs invadem todos os ambientes dos Egipcios causando grande desconforto.

Terceira praga: Do pó do Egito surgem piolhos que fere tanto os homens quanto os animais.

Quarta praga: Animais daninhos que invadem a casa do faraó e de seus servos mas não chegam a terra de Goshen onde estavam os hebreus.

Quinta praga: A peste atinge todos os animais dos Egipcios.

Sexta praga: Sarna que formam úlceras nos homens e animais do Egito.

Sétima praga: Chuva de pedras. Todo o Egito é arruinado por uma forte chuva de pedras com fogo que se acende dentro delas. Os servos do Faraó que acreditaram na palavra do Eterno conseguiram salvar os seus animais.

Apesar de toda a devastação que foi causada ao Egito, o coração do Faraó continuava endurecido recusando-se a libertar o povo de Israel.

Mais três pragas foram lançadas ao Egito, sendo que a última teve a interferência direta do Eterno.

Qual o significado maior das pragas? O que o Eterno pretendeu demonstrar? Muitas explicações são dadas para cada uma delas e mesmo para o conjunto delas.

Particularmente interpreto que o Eterno quis demonstrar que o Faraó tinha poder apenas sobre os seus servidores mas Ele, o Deus verdadeiro tinha o poder sobre tudo. Sobre a natureza, sobre os animais e mesmo sobre o ser humano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s