O Dia em que o Big Brother venceu Kafka

Pegadinha Tel Aviv

O causo veio direto de Israel. Tel-Aviv, pra ser mais preciso, mas poderia vir da mente de um redator daqueles programas de pegadinhas idiotas. O fato de ter acontecido de verdade, entretanto, tira boa part dos aspectos cômicos (mentira, ri bagarai) e transforma a história em um pesadelo burocrático digno de Kafka, 1984, Brazil ou… Brasil.

Tudo começou quando Hila Ben-Baruch parou seu carro em uma vaga e foi resolver sua vida em algum local próximo. Quando voltou ela descobriu que o carro havia sido rebocado.

Pior: No lugar do carro, uma vaga perfeitamente demarcada indicando prioridade para deficientes físicos.

Entrando em contato com o DETRAN local, ela descobriu que devia 350 shekels (US$95,00) de multa, por parar em local proibido. Ela argumentou que a vaga não estava lá quando ela parou, o que convenhamos é uma desculpa pra lá de esfarrapada, ao menos para os padrões brasileiros.

Aqui já houve caso de carro que foi multado em cima do reboque, um fusca que interessou até a Nelson Piquet, por ter sido multado ao trafegar a 450Km/h, um Gol 1.0 multado em Niterói por excesso de velocidade na casa de 880Km/h e até um carro multado no Rio ao furar o sinal no cruzamento entre duas ruas paralelas.

Veja como termina esta história e assista ao vídeo clicando aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s