Purim no século 21, ou como viver em Shushan hoje em dia

Rabino Uri Lam Purim

Para os judeus houve luz e alegria, felicidade e honra. (Ester 8:17)

Lembro-me de um amigo divertido que contava sempre a mesma piada em Purim: “Este é o resumo da Meguilat Ester: Eles quiseram nos cortar em pedaços e jantar até as nossas orelhas, mas no final nós acabamos jantando as orelhas deles recheadas de geleia. Purim Sameach!”

A comemoração de Purim relatada no Livro de Ester retrata certos aspectos da vida de um reino próspero que englobava populações as mais diversas de 127 províncias. Neste reino havia comunidades judaicas organizadas e integradas à vida no reino, onde participavam de longas festas nas quais era servido comida e bebida em profusão na corte real, com enorme fartura. Os judeus viviam até mesmo na capital Shushan, próximos ao centro do poder no antigo império, sem maiores problemas.

Esta realidade nos faz lembrar de algum modo a realidade de nossas comunidades ao redor do mundo hoje. Na maioria dos países da América Latina os judeus vivem em boas condições, concentrados principalmente nas grandes cidades e nas capitais. Em geral temos comunidades organizadas, com clubes, associações as mais diversas, sinagogas e movimentos juvenis, com lideranças bem articuladas junto aos governantes e rabinos preparados para orientar e estimular a vida judaica comunitária. Nós também participamos integralmente da vida social em nossas cidades e de suas festas, ao mesmo tempo em que buscamos manter a nossa identidade judaica.

Mas e quando surge um Haman latino americano? Como é possível manter a vida judaica em sua plenitude em momentos de crise política e em tempos de perseguição? Viver na sociedade maior sem ser engolido por ela, mesmo nos tempos difíceis: eis o grande desafio retratado em Purim.

Para sermos bem sucedidos, é importante buscar o equilíbrio entre a cultura judaica e a cultura local, em cada país, em cada cidade. A meu ver, a visão de mundo judaica progressista busca o diálogo constante com a sociedade na qual estamos inseridos, transmitindo e recebendo valores éticos, compartilhando expressões culturais e religiosas, solidarizando-nos nos momentos difíceis e comemorando juntos momentos de alegria. Porém, ao nos sentirmos ameaçados por líderes do tipo Haman que de vez em quando surgem querendo nos destruir, torna-se fundamental que tenhamos líderes experientes como Mordechai, que saibam como agir em situações perigosas, inspirados por gerações de judeus experts em sobrevivência ao longo dos séculos. Devemos também respeitar a postura da gente justa de outras nações – como Vashti, a corajosa esposa do rei da Pérsia e evidente precursora do feminismo de nossos tempos, que ousou desrespeitar as ordens reais e não servir de diversão barata para outros poderosos, que acham que podem submeter qualquer um a situações humilhantes sem sofrer uma reação à altura. Também é essencial termos jovens lideranças como Ester, capazes de superar a própria inexperiência e assumir riscos, tanto fora da comunidade judaica quanto dentro dela.

Purim retrata o quanto as estreitas relações entre a moderação do adulto e a ousadia do jovem, o masculino e o feminino, a tradição e a inovação – são fundamentais para manter a comunidade judaica viva e forte, vibrante e bem integrada em nossas cidades e países, sem perder o yidishkeit, o modo de ser judaico.

A alegria de Purim nos traz a mensagem de que, independente de onde estivermos, somos capazes de vencer os desafios e ameaças impostos às nossas comunidades através do amor, da coragem e da persistência de nossa gente, inspirados nas tradições judaicas milenares, fortalecidos pela experiência dos líderes mais maduros e estimulados pela criatividade e coragem dos mais jovens.

Chag Purim Sameach!

Rabino Uri Lam
Sociedade Israelita da Bahia – SIB

Anúncios

Um pensamento sobre “Purim no século 21, ou como viver em Shushan hoje em dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s