Diálogo católico-judaico perde um de seus precursores no Brasil

Leia abaixo texto escrito pelo cônego José Bizon e pelo rabino Michel Schlesinger, em homenagem ao padre Humberto Porto.

padre Humberto Porto

“Na última sexta-feira, dia 12 de abril, faleceu o padre Humberto Porto, um dos ativistas pioneiros do diálogo da Igreja com a comunidade judaica.

Nascido em Maceió (AL) em 1929, estudou filosofia no Seminário Central do Ipiranga, em São Paulo. Licenciou-se em teologia pela Universidade Católica de S. Paulo. Em 1962, assumiu o cargo de subsecretário do Secretariado Nacional de Vocações da CNBB. Foi, desde 1966, capelão do Colégio Nossa Senhora do Sion, dedicando-se às atividades do diálogo católico-judaico. Em 1975 foi nomeado pelo papa Paulo VI consultor da Pontifícia Comissão para as Relações Religiosas com o Judaísmo. Foi copresidente do Conselho de Fraternidade Cristão-Judaico. Em 1977, foi nomeado pelo cardeal arcebispo de S. Paulo membro da Comissão de Ecumenismo e Diálogo Religioso. Desde 1981, integrou a Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico.

O sacerdote católico escreveu diversos livros, entre os quais se destacam aqueles dedicados ao diálogo inter-religioso. Era um amigo muito próximo do jornalista Hugo Schlesinger, também falecido, com quem escreveu o “Dicionário Enciclopédico das Religiões” (Vozes, 1995) entre diversas outras obras. ‘Lembro de ver meu avô Hugo e o padre Humberto Porto trabalhando juntos na casa do meu avô. Tive o privilégio, desde muito pequeno, de ver a amizade verdadeira entre um católico e um judeu que acreditavam profundamente no caminho do diálogo’, afirmou o rabino Michel Schlesinger da Congregação Israelita Paulista.

Em um mundo ainda marcado pelo fanatismo religioso, a Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico presta sua homenagem a Humberto Porto e a todos aqueles que dedicaram suas vidas à construção de pontes entre as duas religiões. ‘Nossa maior homenagem ao padre Porto será o fortalecimento constante do caminho do diálogo’, afirmou o cônego José Bizon, da Casa da Reconciliação”.

Os autores são, respectivamente, os líderes católico e judeu da Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico da CNBB.

CONIB via e-mail

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s