Prefeito de Teerã ataca Ahmadinejad por ele questionar o Holocausto

O prefeito de Teerã e pré-candidato à eleição presidencial iraniana Mohamed Qalibaf afirmou que a insistência do presidente Mahmoud Ahmadinejad em questionar o Holocausto prejudicou o Irã e não resultou em avanços para os palestinos. O ataque aconteceu às vésperas do pleito de 14 de junho, no qual Ahmadinejad, impedido de concorrer devido à limitação de dois mandatos consecutivos, tenta emplacar um aliado.
“ Por mais de 30 anos fomos os maiores apoiadores dos palestinos e, graças à inteligência dos aiatolás Khomeini e Khamenei, ninguém poderia nos acusar de ser antissemitas. Eis que, de repente, foi levantada a questão do Holocausto, sem nenhuma consideração sobre as consequências. Que benefício isso trouxe para os palestinos?”. E foi além: “Apoiar os palestinos é parte da nossa política externa. Negar o Holocausto não é parte da nossa política externa”. Qalibaf ainda acrescentou que a retórica “estapafúrdia” do presidente “favoreceu a união dos inimigos” e “enfraqueceu nossa posição”.
Nas eleições, ele tem a seu favor a imagem de gestor eficiente e honesto, que lhe rendeu uma alta popularidade entre moradores de Teerã, uma metrópole de 12 milhões de habitantes amplamente tida como bem administrada.

Alef News via e-mail

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s