Enviado do jornal A Folha de São Paulo acompanha a retirada dos últimos judeus da Etiópia.

Tribos de Israel Folha

Numa tarde recente no norte da Etiópia, 200 rostos ansiosos acompanhavam uma lista de chamada pausadamente recitada por um homem de terno, numa sinagoga de chão de terra, teto de zinco e bandeiras de Israel nas paredes improvisadas.

Metade saiu de lá satisfeita. Acabavam de ser selecionados para uma entrevista com o governo israelense, parte do longo processo para fazer “aliyah”, a imigração para o Estado judeu.

Para os demais, restou esperar mais, uma rotina que muitos já seguem há tempos. “Felizmente, Deus me deu o dom da tolerância”, diz Muluken Azeze, 55, um ex-professor que há 20 anos espera para fazer a viagem.

Moradores da cidade de Gonder, todos são parte da mítica “tribo perdida de Judá”, descendentes de judeus que se desgarraram há 3.000 anos da Terra Prometida.

Segundo a lenda, são de uma linhagem que remonta ao rei judeu Salomão e à rainha etíope Sabá.

A matéria completa pode ser conferia aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s