Descoberto possível palácio do Rei David

Três fileiras de pedras encontradas em escavações arqueológicas feitas em Khirbet Qeiyafa, perto de Jerusalém (Israel), podem ser as ruínas do palácio que abrigou os reis hebreus David 1003 a.C. a 971 a.C.) e Salomão (971a.C. a 941a.C).

Palacio Rei David Israel arquelogia

A descoberta foi feita por arqueólogos da Universidade Hebraica de Jerusalém (HUJ) e da Israel Antiquities Authority (IAA), mas ela é questionada por outros estudiosos. As pedras compõem os restos de um muro no topo de uma colina. Os pesquisadores Yosef Garfinkel, da HUJ, e Saar Ganor, da IAA, estimam que o palácio tinha cerca de 1.000 m² e cerca de dois andares. Esse palácio teria sido destruído aproximadamente no ano 400, substituído por um edifício bizantino.

Garfinkel e Ganor fazem parte da escola “maximalista” de arqueologia, que acredita que os relatos bíblicos podem fornecer pistas para as pesquisas arqueológicas. A eles se opõem os integrantes da escola “minimalista”, para os quais as pesquisas arqueológicas contradizem os relatos da Bíblia, que não pode ser usada como fonte histórica confiável. Esses arqueólogos questionam inclusive a existência de reinos poderosos e unificados como teriam sido os de David e Salomão, segundo a Bíblia.

Via Pletz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s