Conheça a história do Cholent: a “feijoada” judaica

Cholent

Cholent é um dos pratos mais tradicionais (e deliciosos) da culinária Judaica. Sua provável origem é a Europa Central e os primeiros registros escritos foram feitos por um rabino de Viena, no ano 1180. Este prato é muito simbólico pois foi desenvolvido para atender as restrições de uso do fogo durante o shabbat. O preparo do cholent começa na tarde da sexta-feira, com uma mistura de carnes, feijão, batata, grãos e especiarias. Tudo é colocado numa grande panela e cozinha lentamente até o almoço de sábado. Hoje em dia são utilizadas panelas de cocção lenta apropriadas ao cholent mas no passado o preparo era feito nos fornos dos padeiros de cada comunidade e servido nas sinagogas e casas de famílias tradicionais.

Gastronomicamente a necessidade de uma cocção muito lenta, cerca de 15 a 18 horas, induz a utilização de carne ricas em gelatina e sabor, como paleta, músculo, peito e ossobuco. O resultado é um prato delicioso, de sabor intenso, reconfortante e cheio de simbolismos. A receita varia muito de acordo com a origem das famílias: existem versões com diferentes feijões, lentilhas ou grãos. Pode-se utilizar carne bovina, de aves ou até mesmo fazer um cholent vegetariano. As especiarias são as mais diversas, e cada “Yiddishe Mama” tem os seus segredos. Esta é a maior beleza da cozinha judaica, capaz de absorver influências de cada local a que teve que se adaptar sem perder a sua própria identidade.

Veja na matéria original, uma receita de Cholent que tem tudo para ser um sucesso na sua mesa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s