O Rosh Hashaná e o caleidoscópio pessoal.

Luciano Fingergut - Presidente da SIB

Luciano Fingergut – Presidente da SIB

Estamos celebrando o Rosh Hashaná, o início do ano de 5774 do calendário judaico. Paramos para refletir e pensar sobre nós mesmos, nossas vidas, nossa comunidade, o que fizemos e o que gostaríamos de fazer. Alegrias e tristezas, partidas e chegadas, brigas e reconciliações, pessoas entram e outras saem das nossas vidas, frustrações pelos projetos e trabalhos não concluídos e satisfação pelas conquistas. A cada ano que passa nos enchemos de esperança nesta época e tentamos olhar para frente com aquele desejo que as coisas dêem certo.

Ao olhar para o nosso caleidoscópio pessoal vemos que estamos em transformação constante. Não somos iguais a quem éramos há um ano, nem o seremos no próximo. Mudamos a cada movimento, com um simples toque, um simples olhar. Não somos um objeto estático, somos pessoas, temos defeitos e qualidades e, dependendo dos olhos de quem vê através do nosso caleidoscópio, assumimos papéis diferentes em cada situação. Somos o oprimido e o opressor, o bom e o mau, o tolo e o sábio, o avarento e o generoso, o contraventor e o justo, o indiferente e o indignado. Dentro de cada um nós convivem vários personagens e todos eles, a cada ano, esperam ser o ator principal, mas devemos ser bons diretores de nossas vidas para escolher quem dentro de nós mesmos deve ser o protagonista.

No Rosh Hashaná, planejamos e lembramos nossas conquistas materiais e profissionais , fazemos projetos de onde queremos ir, o que queremos comer, quem vamos namorar, o que queremos ter, quanto queremos ganhar, onde vamos trabalhar, quem é interessante conhecer etc… mas quantos de nós sinceramente se pergunta – quem eu era há um ano, quem sou eu hoje e quem eu quero ser no próximo ano? Você já se conhece?

Que neste ano procuremos olhar mais nosso caleidoscópio pessoal e que sempre, ao fazermos isso, possamos dar aquela risada mágica e gostosa como de uma criança sonhadora ao brincar, nos conhecendo melhor, satisfeitos e orgulhosos de nós mesmos.

Desejo a todos amigos um ano bom e doce.

Independente de religião, gênero, cor, nacionalidade, preferências políticas e orientação sexual.
Paz, saúde e tranquilidade e que sejamos todos inscritos para o livro da vida, boa e próspera.

Shana Tová.

Luciano Fingergut
Presidente
Sociedade Israelita da Bahia

Anúncios

2 pensamentos sobre “O Rosh Hashaná e o caleidoscópio pessoal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s