Israel considera racista resolução da UE sobre circuncisão

Israel pediu nesta sexta-feira o Conselho da Europa que revogue imediatamente uma resolução sobre a circuncisão por motivos religiosos porque acha que isso “alimenta as tendências racistas e o ódio”.

“Israel pede ao Conselho que revogue imediatamente a resolução”, declarou o porta-voz do minstério das Relações Exteriores em um comunicado.

O comunicado recorda que a circuncisão é uma tradição antiga do judaísmo, do Islã e de parte da cristiandade.

“Qualquer comparação desta tradição com a prática bárbara e condenável da mutilação genital feminina é uma ignorância profunda e, no pior dos casos, uma difamação e ódio antirreligioso”, afirma ainda.

Continue lendo aqui no Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s