Judoca brasileira faz Aliá e luta agora por Israel

Camila Minakawa

Camila Minakawa era uma das judocas mais promissoras da Seleção Brasileira. Em 2012, a paulista chegou a fazer parte da equipe de apoio que auxiliou na preparação dos atletas que disputaram a Olimpíada de Londres. Atualmente, entretanto, a judoca defende outra bandeira. Há quase um ano, Camila, 23 anos, optou por trocar Brasil por Israel, nação em que vive, busca adaptação e enfrenta alguns “perrengues”.

De origem japonesa e judaica, Camila cresceu em meio ao judô (seu pai, Edison, é árbitro internacional, e sua mãe, Miriam, dá aulas no clube Hebraica) e optou por assumir a nacionalidade israelense após convite do treinador Shany Hershko. Isto significou se distanciar da família e dar adeus ao Brasil.

“Por ter lutado pela Seleção, você assina um documento que nunca mais vai poder competir pelo Brasil. Foi chocante, mas hoje em dia é estranho pensar. Estou tão acostumada com a ideia de ser israelense e lutar por Israel que a mudança foi completa já”, disse Camila em entrevista ao Terra.

Leia a matéria completa no Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s