Hamas ataca Jerusalém e Tel Aviv

Foguetes em Jerusalem
Explosões foram ouvidas em Jerusalém e Tel Aviv, onde israelenses buscaram abrigo depois que sirenes de alerta foram acionadas. Sistemas antimísseis interceptaram os projéteis e não houve vítimas. O Hamas reivindicou os disparos de foguetes.

“Nenhum outro país vive sob tal ameaça e nenhum outro país aceitaria isto. Não vamos tolerar disparo de mísseis contra nossas cidades, por isso, eu ordenei uma ampliação significativa das operações da Força de Defesa de Israel contra os terroristas do Hamas e outros grupos terroristas na Faixa de Gaza”, afirmou o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. “Peço a vocês paciência porque esta operação pode levar tempo”.

Em resposta aos mais de 130 foguetes que foram disparados contra o território israelense, o governo mobilizou 40.000 reservistas para uma possível invasão por terra e a aviação israelense realizou dezenas de ataques aéreos contra a Faixa de Gaza que tiveram como alvo mais de 150 instalações terroristas. Os EUA condenaram os ataques contra Israel. O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, assim se pronunciou: “Nenhum país pode aceitar disparos de mísseis contra civis. Apoiamos o direito de Israel de se defender contra esses ataques”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s