Parashah B’hukotai

(Vaykrah\Leviticus 26:3-27:34)
“Por minhas leis”

Parashat BeChukotai

Rogério Palmeira

Com esta parashá encerramos o livro de Vaykrah,um livro que contém leis, estatutos, instruções- tanto de natureza ética,práticas,civis e rituais. Um primeiro ensinamento que eVaykrah nos traz é que independentemente da natureza destas instruções- rituais ou éticas- todas são tratadas com igual importância.

Estamos no período de contagem do Omer, em direção a Shavuot, em direção no Tempo do recebimento da Torah. Há um midrash que fala que sem a Lei ( Torah) não há liberdade verdadeira, pois sem Lei o que impera não é a liberdade e sim o caos. Logo na abertura desta Parashá encontramos as Advertências Divinas sobre as consequências de ao obedecemos ou desobedecemos as leis, apresentadas em Vaykrah. A noção de recompensa e punições apresentada, muitas vezes contraria nosso senso comum, pois nem sempre conseguimos perceber que levar um vida ética, nos afasta do sofrimento. Testemunhamos pessoas claramente más levando recompensas e não punições. E pessoas boas, colhendo sofrimento e Dor. Lembro nestas ocasiões sempre do livro do Rabino americano Harold Kushner, “Quanto coisas ruins acontecem a pessoas boas”. O livro foi a resposta do rabino Kushner a perda precoce de seu filho, então com 13 anos. Como ele podia reconciliar a crença de que receberíamos recompensas ao levarmos uma vida boa e ética, se crianças inocentes também sofrem? A resposta que ele encontrou é que nosso D’us não é Cruel, mas Se Importa conosco, que a Criação tem suas próprias regras,entreb as quais a mortalidade e a transitoriedade, a fragilidade e a fortaleza, aspectos da Vida neste mundo. A recompensa por uma vida ética, é a própria Vida Ética. Parece-me assim B’hukotai, fala não de ameaças, mas de advertências- de que todas as ações tem suas consequências. Assim quando se fala por exemplo, do exílio,notamos que um povo que foi instruído a ser unido, uma nação de Santos, se dividiu em 02 reinos, se enfraqueceu e só então foi exilado. No mesmo texto lemos também sobre a benção da Retorno. E podemos neste período de contagem do Omer, de preparo para Recebimento da Torah, renovar nosso compromisso e Retornar aos estatutos, instruções e Leis da Torah.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s