Parashat VaIlech (E foi…)

parashat-vailech

Mauro Brachmans

A parashá desta semana, entre o Rosh Hashaná e o Yom Kipur, relata o último dia da vida de Moisés, aos 120 anos de idade. Ele anuncia ao povo que, daquele momento em diante, Josué seria o seu novo líder e nada havia a temer porque o Eterno estaria adiante dele.

Moisés, então, ordena aos sacerdotes e aos anciãos que a cada sete anos, na época de SUCOT, deveriam ler DVARIM perante o povo. Quem o fazia era o próprio rei, em uma demonstração clara de que ali estava como parte desse povo, para servi-lo.

Ambos, Moisés e Josué, dirigem-se à tenda da reunião e o Eterno aparece em uma coluna de nuvens. E afirma que o povo herdará a terra prometida e algum tempo depois se fartará e engordará e esquecerá a aliança e adorará outros deuses e que, por causa disso, o abandonará e muitos males advirão.

Caros amigos, sonhamos com a fartura e a fartura é uma coisa boa. Mas com ela vem o perigo do esquecimento e da preguiça; da vaidade e do orgulho. É muito fácil nos acostumar àquilo que agrada ao corpo e massageia o ego. Sentimo-nos merecedores de privilégios, como se fôssemos pessoas especiais. Mas não o somos. A vida nos foi concedida gratuitamente e não sabemos por que.

Estamos às portas do Yom Kipur. Hora de descer de nossos pedestais particulares e nos despir de ilusões de importância. Importante é o que fazemos para contribuir para o bem a nós mesmos e a quem está ao nosso redor. Para tornar o mundo um pouquinho melhor, todos os dias. Nada, contudo, justifica o impagável presente de abrir os olhos a cada manhã. Isso não depende de nós. Por isso costumamos dizer: MODÊ (MODÁ) ANI LEFANÊCHA MELECH CHAI VECAIAM SHEHECHEZÁRTA BI NISHMATÍ BECHEMLÁ, RABÁ EMUNATÊCHA (dou graças perante Ti, ó Rei vivo e existente, que devolveste a minha alma com piedade, grande é nossa fé em Ti).

Primeiro, agradecer. Em seguida, perdoar. Só então temos o direito de pedir o que quer que seja. Que o Eterno perdoe os nossos erros e inscreva e sele nossos nomes no Livro da Vida com saúde e alegrias!

Anúncios

Um pensamento sobre “Parashat VaIlech (E foi…)

  1. Linda Parashat Mauro!!! Muita sabedoria !!Que o Eterno nos abençoe e inscreva no livro da vida a todos os homens de boa vontade!! Shana Tova!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s