NOAH, O Justo

PARASHAT NOACH –  Bereshit (Gênesis) 6:9-11:32

parashat-noach-1

Rogério Palmeira

Gênesis 9: 1
“Estas são as Gerações de Noé: Noé era um homem justo em sua geração: Noé andava com Deus.”

Esta parashá se concentra basicamente em 02 histórias muito conhecidas, certamente das mais populares em toda Torah- A história da Noach ( Noé) e sua arca e da Torre de Babel. Sâo tempos iniciais da história do homem onde predominam a violência e a degradação. Já no final da parashá anterior ( Bereshit) D´-us já dá sinais de arrependimento da criação do homem. Há muito debate do que este arrependimento significa para Divindade, já que parece ser um sentimento bem humano. De qualquer modo D-us identifica um homem justo: Noah. E Apresenta a este homem seu plano de reiniciar a criação e que este é encarregado de recolher em uma arca toda forma de vida terrestre e aérea para esta recomeço.  O texto fala que Noah era um justo em sua geração. Isto geralmenbte é interpretado como a diminuir o Status moral de Noach como se em outra geraçãom talvez seu status fosse menor. Vejamos o interessante debate registrado no Talmud- Midrash Rabbah, Bereshit 30: 9
“  Em sua geração-  Houve um desacordo entre Rabi Yehudah e Rabi Nechemias.
Rabi Yehudah disse: Na sua geração ele foi considerado um homem justo, mas se ele tivesse  vivido na geração de Moisés ou na geração de Samuel, então ele não teria sido considerado um homem justo.: No mercado onde os cegos clamam, o homem de um olho é chamado clarividente.

Há uma história de um indivíduo que abriu um barril de vinho e descobriu que tinha se transformado em vinagre. A mesma coisa com o segundo barril. O terceiro barril ele achou que era apenas azedo (e assim ele o pegou). Os outros lhe disseram: “Aquele barril está azedo!” Ele respondeu, “Há algum melhor?”
Rabi Nechemias disse: Se ele era considerado um homem justo dentro de sua própria geração, então certamente ele teria sido considerado um homem justo, se ele tivesse vivido na geração de Moisés e Samuel. Isto poderia ser comparado a um frasco bem fechado de perfume caro colocado dentro de um cemitério que ainda produziu um cheiro agradável. Se fosse fora do cemitério que iria produzir um cheiro que muito melhor!
Isso também pode ser comparado a uma virgem que freqüentava um mercado de prostitutas, e mesmo assim não recebeu um mau nome. Quanto mais se ela estivesse entre uma melhor companhia! “

Sou adepto da interpretação do Rabi Nechemias. Vivemos em época turbulenta, cheia de ódios infundados e violência gratuita e  também de grande degradação  da mundo natural, além do humano. Talvez vivamos a herança do desentendimento da história da Torre de Babel. Mas se ouvirmos com atenção a história de Noach,aprendemos que apesar de toda destruição a história termina com um voto de esperança, um sinal que se apresenta nos céus, como símbolo de uma aliança com toda humanidade, somos convidados a sermos parceiros da Criação. E , não com a construção de Torres de Petulância para atingir os Céus,mas com o trabalho de renovação permanente, interior ( Tikkun HaNefesh) para ajudarmos na reparação do Mundo, Tikkun Olam. A história judaica que apresenta um não-judeu,como justo e pai de Toda a Humanidade, é significativa da mensagem poderosa do próprio judaísmo como uma Luz para as Nações.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s