Parashat Terumá

parashat-teruma

Moyses Sadigursky

“E falou o eterno a Moisés, fala aos filhos de Israel que separem para mim uma oferenda.  Esta é a oferenda que tomareis deles:

            Ouro, prata, cobre,

            Estofo de lã azul celeste e púrpura e carmesim,

            Linho e pelo de cabra,

            Couros de carneiros tingidos de vermelho,

            Couros de Tahash (animal já extinto)

            Madeiras de Sitim (acácia-cedro)

            Azeite para a Iluminação,

            Especiarias para azeite de unção e para o incenso,

            Pedras de ônix e pedras preciosas para o efod (capa sacerdotal) e para o peitoral.

Com estes materiais farão um santuário para mim e morarei entre eles. Farão de acordo com as instruções que te mostrei. E farão uma arca de madeira com 135 cm de comprimento por 81 cm de largura e 81 cm de altura, revestida de ouro puro por dentro e por fora. Farão uma bordadura de ouro em redor e fundirão para ela quatro argolas de ouro que poreis sobre seus quatro cantos, duas de cada lado. Farão varas de madeira cobertas de ouro que serão colocadas nas argolas para facilitar o transporte. Esta arca era chamada:

            Aron HaShem – arca de deus

            Aron habrit – arca da aliança

            Aron haedut – arca do testemunho

            Aron hacodesh – arca sagrada

            A arca continha as duas tabuas da lei e o rolo da torá.

Farão também uma cobertura (propiciatório) de ouro puro para a arca, sendo que da mesma peça de ouro farão dois querubins, um em frente ao outro com as asas estendidas para cima cobrindo o propiciatório de onde no tempo marcam estarei ali e falarei contigo de entre os dois querubins a respeito de tudo o que te ordenarei para os filhos de Israel.

Farão uma mesa de madeira medindo 110x60cm e 81 cm de altura coberta de ouro puro com uma bordadura em redor e uma moldura com um punho de altura. Nos quatro cantos da mesa colocarão argolas para introduzir as varas para o transporte.

Farão formas para pão e recipientes para incenso e porão sobre a mesa o pão da proposição diante de mim, continuamente.

Farão um candelabro de ouro puro, batido e de uma só peça, sua base, sua haste, seus cálices, suas maçanetas e suas flores. Suas lâmpadas em número de sete. De um talento de ouro (34 kg) farão ele.”

Instruções foram dadas também para a construção do tabernáculo com suas colunas, paredes, cortinas, altar, etc. Usando os materiais ofertados (madeira, tecidos, couros, ouro, prata e cobre) seguindo orientações específicas.

*********************

Um verdadeiro tesouro foi ofertado pelo povo para a construção da arca sagrada, os utensílios e o tabernáculo. Somente o candelabro que foi feito com 34 kg de ouro valeria na cotação atual quatro milhões e duzentos e vinte e dois mil reais.

Uma pergunta que cabe é: que tipo de escravos era os israelitas no Egito e como puderam acumular tamanha riqueza? Será que eram segregados, mas mesmo não sendo proprietários de terra podiam produzir e negociar? Tinham que dedicar parte da sua força de trabalho a serviço do faraó? Será que parte do povo que saiu com Moises eram escravos e parte não era escravos mas saiu acreditando na promessa de receber terra própria? Se no Egito podiam produzir e acumular riqueza, entende-se o porquê de reagirem, querendo voltar ao Egito frente a qualquer adversidade.

Um segundo questionamento é para que tanta suntuosidade para construir a arca, os utensílios e o tabernáculo em pleno deserto? Pode-se entender que o nosso maior tesouro as tabuas da lei e o rolo da torá tinham que ser guardado em uma caixa forte e que o nosso deus, todo poderoso, estaria presente sobre ela instruindo o povo através de Moises. O poder da sedução e a sedução do poder era importante para mostrar ao povo de Israel e aos povos que habitavam a região que o nosso deus era poderoso e estava conosco nos protegendo. O deus que venceu os deuses do Egito e que abriu o mar vermelho para os filhos de Israel passar e fechou as aguas do mar afogando os soldados egípcios estava com os israelitas e qualquer agressão ao povo poderia ter grandes consequências.

Um deus todo poderoso não poderia estar em uma cabana de palha. Sabemos que deus é omnipresente mas para os outros povos era importante mostrar também um poder material.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s